Notícias

Dólar cai ante real com fluxo positivo e intervenções do BC

No mês, a moeda dos EUA já acumula perda de 0,97%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O dólar fechou em queda ante o real nesta quarta-feira (14), influenciado pelos leilões de venda de moeda do Banco Central Brasileiro, combinado a um fluxo positivo de recursos para o mercado doméstico.

O dólar comercial encerrou o dia com desvalorização de 0,30%, cotado a R$ 2,2083 para a venda. Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro foi fraco, em torno de US$ 1 bilhão, menos da metado do registrado na véspera, que foi cerca de US$ 2,1 bilhões.

Na semana, a divisa acumula queda de 0,32% e, no mês, perda de 0,97%. No ano, a desvalorização é de 6,33%.

A moeda caiu para a menor cotação desde 10 de abril, quando fechou valendo R$ 2,204. O piso informal de R$ 2,20 está sendo considerado ideal pelo mercado e pelo BC por não prejudicar as exportações nem a inflação.

Depois de oscilar durante boa parte da sessão, o dólar imprimiu ritmo de queda um pouco mais intenso na parte da tarde, devido, segundo analistas, a ingressos externos com investidores estimulados pela forte queda dos rendimentos dos títulos da dívida pública norte-americana.

O movimento eleva o diferencial de juros entre o Brasil, que já paga taxas mais altas, e os Estados Unidos, atraindo investidores em busca de maiores retornos, destaca a Agência Reuters.

Essa estratégia é adotada por investidores japoneses, que tomam emprestado em ienes e aplicam em ações e títulos brasileiros.

Segundo dados do Banco Central, o Brasil registrou entrada líquida de 3,104 bilhões de dólares, isso entre o início do ano e 9 de maio. Em comparação, no mesmo período no anterior, o superávit ficou em US$ 720 milhões.

 

Intervenções do Banco Central no câmbio

O dólar bem comportado também vem da constante intervenção do Banco Central. Pela manhã, a autoridade monetária deu continuidade às atuações diárias, vendendo a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, equivalentes a venda futura de dólares. Foram 700 contratos para 1º de dezembro deste ano e 3,3 mil para 2 de março do próximo, com volume equivalente a US$ 198,3 milhões.

Em seguida, também vendeu a oferta total em leilão de rolagem. Até agora, o BC rolou pouco mais de 20 por cento do lote total para o próximo mês, que equivale a US$ 9,653 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta