Notícias

Dólar acompanha mercado externo e fecha em alta de 0,57% ante o real

Com a alta de hoje, a moeda dos EUA passou a acumular valorização de 0,24% na semana.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O dólar fechou em alta ante o real nesta quinta-feira (15), refletindo a aversão ao risco no mercado externo após crescimento mais fraco da economia na Europa.

O dólar comercial encerrou o dia com valorização de 0,57%, cotado a R$ 2,2208 para a venda. Segundo dados da BM&F, o movimento financeiro ficou em torno de US$ 1,3 bilhão, acompanhando o movimento fraco registrado na véspera, que girou em cerca de US$ 1 bilhão.

Na semana, a divisa acumula valorização de 0,24%. No mês, porém, há perda de 0,41%, enquanto no ano a desvaloriazação é de 5,8%.

A zona do euro divulgou crescimento de 0,2% no primeiro trimestre de 2014, segundo as primeiras estimativas da agência europeia de estatísticas Eurostat, abaixo das expectativas. Segundo a Agência Reuters, os dados fracos trazem perspectivas de que o Banco Central Europeu (BCE) torne sua política monetária mais expansionista para melhorar os resultados.

Ainda de acordo com a Reuters, o número do primeiro trimestre ficou positivo principalmente graças a um forte crescimento na maior economia do bloco, a Alemanha, que compensou estagnação na França e redução na produção na Itália, Holanda, Portugal e Finlândia.

Sinais negativos para a economia também vieram dos Estados Unidos. Nesta quinta foram divulgados dados sobre a produção industrial. A maior economia do mundo caiu no ritmo mais rápido em mais de 1 ano e meio em abril.

No Brasil, o fluxo de entrada de recursos continua positivo, o que acaba também evitando altas mais expressivas da moeda norte-americana.

“A alta de hoje não indica tendência. O fluxo está forte demais para que o dólar suba muito mais do que isso”, afirmou à Reuters um operador da corretora B&T Marcos Trabbold.

 

Intervenções do Banco central e entrada de dólar

No Brasil, o fluxo de entrada de recursos continua positivo, o que acaba evitando altas mais expressivas da moeda norte-americana.

O Banco Central continuou intervindo na cotação da moeda, criando uma banda informal entre R$ 2,20 e R$ 2,25 para a moeda norte-americana, de acordo com operadores.

Em sua atuação diária, o BC vendeu a oferta total de até 4 mil swaps com vencimento em 2 de março do próximo, com volume equivalente a US$ 198,3 milhões. A autoridade monetária também ofertou swaps para 1º de dezembro de 2014, mas não vendeu nenhum contrato.

Houve ainda a venda da oferta total em leilão de rolagem. Até agora, o BC rolou pouco menos de 25% do lote total para o próximo mês, que equivale a US$ 9,653 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta