Notícias

Revisão da produção industrial do Japão confirma alta de 0,5% em outubro

Foto: Stockvault

A revisão confirma um crescimento abaixo do esperado e sinaliza a instabilidade do setor.

Os números revisados da produção industrial do Japão em outubro ficaram inalterados ante a leitura preliminar de alta de 0,5% na comparação com setembro, de acordo com dados revisados do governo do país, confirmando assim um crescimento abaixo do esperado e sinalizando a instabilidade do setor.

O resultado é amplamente inferior ao estimado por economistas, que projetaram crescimento de 2,0% de acordo com o jornal financeiro Nikkei. O dado de setembro havia sido de queda de 1,0% ante agosto, mês que saltou mais de 2%, segundo dados revisados, o que reflete um padrão instável no crescimento.

Contudo, o relatório revisado do Ministério da Economia, Comércio e Indústria (METI), que foi divulgado na quinta-feira (14), aponta que os estoques da indústria japonesa subiram 3,2% outubro ante setembro, enquanto os embarques diminuíram 0,4% na mesma base de comparação.

Apesar da irregularidade na produção industrial desde 2016, a economia japonesa cresceu a um ritmo anual de 1,4% no trimestre julho-setembro, marcando sua maior tendência de crescimento em 16 anos, ajudada por uma demanda global mais forte.

O ministério manteve sua avaliação da produção industrial, dizendo que “a produção está em ascensão”.

Resultados de uma pesquisa conduzida mensalmente pelo ministério mostram que os fabricantes esperam que a produção industrial aumente 2,8% em novembro e cresçam outros 3,5% em dezembro.

A produção industrial mede o ritmo das fábricas japonesas e, portanto, é considerada fundamental para antecipar o desempenho da economia do país, que é altamente dependente do setor manufatureiro.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Jornal Valor Econômico | Jornal Nikkei.