Notícias

Dólar fecha em queda ante o real e atinge menor cotação em um mês

O dólar interrompeu a sequência de três altas para fechar na menor cotação desde 18 de dezembro de 2013.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O real se descolou do cenário externo, onde o dólar subia frente às principais moedas, para encerrar em alta nesta sexta-feira (17), num movimento que, segundo o portal financeiro Valor Online, foi sustentado pelas notícias de captações externas brasileiras e pelo aumento da atratividade do mercado de renda fixa, após a recente alta da taxa Selic para 10,5%, que sustentaram a valorização da moeda brasileira em meio à ausência de dados relevantes nos Estados Unidos no último pregão da semana.

Com isso, o dólar comercial encerrou o dia com desvalorização de 0,82%, cotado a R$ 2,3462 para a venda, interrompendo a sequência de três altas. É o menor valor de fechamento desde 18 de dezembro de 2013, quando a moeda encerrou a R$ 2,343. Veja cotações.

O volume de negócios no dia ficou em torno de US$ 1,6 bilhão contra cerca de US$ 1,2 bilhão de quinta-feira (16), de acordo com dados da BM&F.

Segundo o portal UOL Economia, a queda do dólar foi influenciada pelas intervenções do Banco Central Brasileiro no mercado de câmbio aliado ao resultado da perspectiva de entrada de dólares na economia brasileira, diante de captações no exterior da Petrobras, BNDS e Santander Brasil. “Entrando mais dólares, o valor da moeda em reais cairia”, destacou o UOL.

Ainda de acordo com o UOL, nesta sexta-feira, o Banco Central realizou a segunda etapa de rolagem dos contratos de dólar que vencem em 3 de fevereiro. Com isso, a autoridade monetária pretende adiar o vencimento dos contratos.

Foram rolados 25 mil contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares). Entre os novos contratos vendidos, 6 mil têm vencimento em 1º de agosto de 2014 e 19 mil, em 3 de novembro. A operação movimentou o equivalente a US$ 1,234 bilhão. Com isso, o BC rolou pouco mais de 20% do lote total que vence no próximo mês, equivalente a US$ 11,028 bilhões.

Em relação as intervenções diárias do BC no câmbio, que estão sendo realizadas de acordo com as novas regras anunciadas em dezembro, já que, agora, em vez de 10 mil contratos de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de dólares no mercado futuro), são ofertados 4 mil contratos diariamente. Nesta sexta, a autoridade monetária vendeu todos os contratos ofertados com vencimento em 1º de setembro, em uma operação que movimentou o equivalente a US$ 197,9 milhões.

Com o recuo de hoje, a moeda americana encerrou a semana com desvalorização de 0,79%, acumulando perda de 0,48% no mês e no ano.

Na quinta-feira (16), o dólar teve valorização de 0,35%, fechando cotado a R$ 2,3657 na venda.

As informações das cotações são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta