Notícias

Exportações do Japão freiam ritmo de queda e dão sinais de recuperação

©Getty/Free

Japão registrou saldo positivo na balança comercial, com as exportações se recuperando após tombo recorde em maio.

  • 73
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    73
    Shares

As exportações do Japão caíram menos que o esperado em outubro, sinalizando recuperação após o revés causado pela pandemia do novo coronavírus. Embora os números sejam negativos em termos anualizados, o descenso tem mostrado regressão gradual por quatro meses seguidos.

Os dados do Ministério das Finanças mostraram que as exportações caíram 0,2% em outubro na comparação com o mesmo mês do ano passado. O resultado, no entanto, é bem menor que a queda de 4,5% esperada por economistas em uma pesquisa da Reuters e vem após retração de 4,9% em setembro na comparação anual.

A queda em outubro reflete uma melhora em relação à maio, quando as exportações japonesas sofreram um tombo de aproximadamente 30%, reflexo do estado de emergência decretado pelo governo em abril.

Exportações por região

Os embarques para a China, maior parceiro comercial do Japão, aumentaram 10,2%, registrando o quarto mês consecutivo de ganhos e refletindo a recuperação da segunda maior economia do mundo.

Já as vendas para os Estados Unidos expandiram 2,5%, marcando o segundo mês consecutivo de crescimento.

Por sua vez, as exportações para União Europeia retraíram 2,6%. Embora seja um saldo negativo, o número é bem menor que as retrações registradas nos quatro últimos meses.

Enquanto isso, as exportações para o Brasil sofreram forte descenso, registrando um tombo de 22,7%.

Importações

Já as importações japonesas caíram 13,3% em relação a outubro do ano passado. O número, no entanto, representa uma melhora em relação a uma queda de 17,4% registrada no mês anterior.

Balança comercial

O Japão exportou 6,566 trilhões de ienes e importou 5,693 trilhões de ienes, o que resulta em um saldo positivo de 872,9 bilhões de ienes (US$ 8,4 bilhões) em outubro. Como resultado, o país registrou superávit comercial pelo quarto mês consecutivo.

*Veja a tabela completa no site oficial do Ministério das Finanças do Japão.

Por Maria Rosa / Mundo-Nipo (MN)

  • 73
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    73
    Shares