Notícias

Número de abusos contra idosos atinge nível recorde no Japão

O número de maus tratos em asilos duplicou em dois anos, enquanto abusos contra idosos por parentes cresceram alarmantemente.

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

O governo do Japão informou que foram registrados 300 casos de abusos físicos e psicológicos contra idosos em asilos durante o ano fiscal de 2014, que terminou em março de 2015, enquanto o número total de violência contra idosos no país ultrapassou os 16 mil no mesmo período – ambos os números representam recordes.

Segundo pesquisa anual do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar e Social do Japão, o número recorde de maus tratos em centros de cuidados aos idosos representa um crescimento de aproximadamente 36% em relação ao exercício anterior e quase o dobro do registrado no ano fiscal de 2012.

Do total de idosos que foram vítimas de abusos por parte de cuidadores, 77% deles sofriam de demência, enquanto 63,8 % sofreram abusos físicos e 43,1 % psicológicos.

O levantamento do Ministério mostra ainda que 16,9% dos idosos sofreram abuso financeiro, tais como desvio de suas economias, enquanto 2,6% foram abusados sexualmente.

Em relação ao número total de violência contra idosos, incluindo abusos por parte de parentes, o número total atingiu o recorde de 16.039, o que representa um aumento de 87 casos em relação ao ano fiscal anterior. Desse total, 25 pessoas morreram como resultado de tais abusos, quatro a mais que no ano anterior.

Em relação à proporção dos abusos cometidos pelos parentes dos idosos, os filhos homens representam 40,3% do total, enquanto as filhas somam 17,1% e os cônjuges 19,6%, de acordo com os dados complementares da pesquisa anual do Ministério, lançados nesta sexta-feira (19) – os dados preliminares foram divulgados no dia 6 de fevereiro.

O Ministério acredita que o número de abusos contra idosos seja muito superior aos notificados, isso porque grande parte deles são ignorados. Mediante a isso, a pasta apelou para que “autoridades públicas e comunidades locais cooperem para detectar e responder as agressões o mais rápido possível”, diz o órgão em seu relatório.

Nesta semana, a morte de um idoso ganhou repercussão internacional e foi manchete em todos os jornais japoneses. De acordo com a agência de notícias Kyodo, a polícia prendeu um ex-funcionário de um asilo na província de Kanagawa, leste do Japão, por jogar um homem de 87 anos pela varanda do centro de repouso, o idoso morreu após a queda.

Mais tarde, ele confessou que matou outras duas idosas, de 86 e 96 anos, nas mesmas circunstâncias. Elas foram jogadas pela varanda do 4º e do 6º do mesmo asilo, entre novembro e dezembro de 2014.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    1
    Share

Deixe uma resposta