Notícias

Dólar fecha em queda e atinge menor valor em mais de duas semanas

Em um dia de instabilidade, o dólar encerrou o dia com desvalorização 0,17%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Em um dia de instabilidade, o dólar fechou em queda nesta segunda-feira (24), com expectativas de entrada de dólares no Brasil e esperanças de novos estímulos na China após dados fracos sobre o setor industrial do país, que mantiveram a moeda norte-americana em queda.

O dólar comercial encerrou o dia com desvalorização 0,17%, cotado a R$ 2,3225 para a venda, registrando a terceira queda consecutiva. É o menor valor de fechamento desde o dia 6, quando a moeda norte-americana encerrou cotada a R$ 2,321. Na sexta-feira (21), o dólar fechou praticamente estável, com leve queda 0,01%.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 1 bilhão, destaca a Reuters.

No cenário internacional, investidores estavam atentos aos acontecimentos na Ucrânia. Segundo o UOL Economia, o país anunciou a retirada de suas tropas da Crimeia, depois que tropas russas ocuparam uma base naval na região. A possibilidade de que a crise se intensifique tem mantido os operadores cautelosos.

Investidores também analisavam dados sobre a atividade industrial dos Estados Unidos, que desacelerou em março. Embora o resultado indique leve desaceleração, ainda marca a segunda leitura mais alta desde janeiro de 2013. Dados fracos sobre o setor industrial chinês também mantiveram a moeda norte-americana em queda, o que alimenta esperanças de novos estímulos na China.

No cenário interno, o resultado do dólar foi influenciado pelas constantes intervenções do Banco Central e pelas expectativas dos investidores de que se mantenha, no curto prazo, a entrada de moeda estrangeira no país, o que faz o real se valorizar sobre a divisa norte-americana.

 

Banco Central Brasileiro rolagem de 10 mil contratos de dólar que vencem em abril

O Banco Central realizou, nesta segunda-feira, mais uma etapa da rolagem dos contratos de swap cambial tradicional (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em 1º abril. Foram vendidos 10 mil contratos: 2.400 com vencimento em 2 de janeiro e 7.600 para 2 de março de 2015. A operação movimentou US$ 492,7 milhões.

No total, o BC já rolou o equivalente a US$ 5,416 bilhões, ou pouco mais de metade do lote total que vence no próximo mês, correspondente a US$ 10,148 bilhões.

 

Atuações diárias do BC no mercado de câmbio

O Banco Central também manteve seu programa de intervenções diárias no câmbio. Nesta segunda, a autoridade monetária vendeu todos os contratos ofertados, com vencimento em 1º de dezembro deste ano. O BC também ofertou contratos para 1º de outubro, mas não vendeu nenhum. A operação movimentou o equivalente a US$ 198 milhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta