Notícias

Preços de imóveis no Japão sobem pela primeira desde 2008

Os preços dos terrenos e imóveis tanto residenciais como comercias no Japão subiram pela primeira vez desde a crise financeira global.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os preços dos terrenos e imóveis tanto residenciais como comercias no Japão subiram pela primeira vez desde a crise financeira global, em 2008, informou o governo do país na última terça-feira, sinalizando que a alta é liderada pela forte demanda em áreas comerciais nas grandes cidades.

O preço médio, que também inclui imóveis para uso industrial, subiu 0,1% no período, recuperando-se de uma queda de 0,3% registrada no ano anterior, de acordo com a pesquisa anual do Ministério da Terra, Infraestrutura, Transportes e Turismo, que pesquisou os preços em 25 mil locais em todo o país a partir de 1º de janeiro de 2015 a 1º de janeiro deste ano.

O aumento foi liderado pela forte procura por imóveis comerciais, que subiram 0,9% depois de apresentar estabilidade no ano anterior. As transações foram especialmente boas nas grandes cidades, com elevação superior a dois terços em relação a outras áreas.

O Ministério afirma no relatório que o Japão viu um número recorde de visitantes estrangeiros em 2015, graças a um iene mais fraco e maiores esforços para promover o turismo. Isso resultou em demanda por imóveis, principalmente hotéis.

O centro comercial Shinsaibashi-suji, em Osaka, registrou o maior aumento dos preços de áreas comerciais, saltando 45,1% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, a cidade de Kutchan, em Hokkaido, um local popular para casas de campo e perto de uma estação de esqui, registrou o maior aumento dos preços entre as áreas residenciais pesquisadas pelo Ministério, subindo 19,7% ante um ano antes. Ambos os locais são muito populares entre os turistas estrangeiros.

Por prefeitura, Osaka apresentou o maior crescimento dos preços de áreas comerciais, com um aumento de 4,2%.

Já o metro quadrado mais caro do território japonês está localizado debaixo de uma loja de instrumentos musicais e discos compactos, a Yamano Music, no bairro comercial de Ginza, em Tóquio, de acordo com o Ministério, que estima que o seu valor subiu 18,6%, para 40,1 milhões de ienes (US$ 358 mil). O local tem permanecido no topo do metro quadrado mais caro do Japão por 10 anos.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta