Notícias

Dólar tem 2ª queda seguida ante real com fluxo positivo e intervenções do BC

O dólar encerrou o dia com desvalorização de 0,46%, mas manteve-se na casa de R$ 2,2

Do Mundo-Nipo

O dólar fechou em queda ante o real nesta quinta-feira (24), pelo segundo pregão consecutivo, influenciado por um fluxo positivo, com grandes entradas da divisa norte-americana no Brasil, e pela constante atuação do Banco Central no câmbio.

O dólar comercial encerrou o dia com desvalorização de 0,46%, cotado a R$ 2,2158 para a venda. Na quarta-feira (23), o dólar registrou queda de 0, 7%. Segundo dados da BM&F, os negócios do dia movimentaram cerca de US$ 750 milhões de dólares, menos da metade vista na média diária no mês, de US$ 1,8 bilhão. Na véspera, o giro financeiro ficou em torno de US$ 2,3 bilhões.

Na semana, a desvalorização está acumulada em 0,89% e no mês, em 2,36%. No ano a queda é de 6,01%.

O dólar teve um dia bastante instável. No contexto brasileiro, a queda desta quinta-feira foi influenciada pela entrada de dólares no país e pela constante atuação do Banco Central no mercado de câmbio, destacou a Agência Reuters.

O mercado vem registrando fortes entradas de dólar nos últimos meses, tanto por meio de investimentos estrangeiros diretos quanto financeiros, atraídos pelos ganhos com juros elevados. De acordo com dados do Banco Central, somente na semana passada, a entrada de dólar superou a saída em US$ 2,375 bilhões.

No exterior, “a situação na Ucrânia continua preocupando o mercado, e mexeu com as moedas lá fora”, disse à Reuters o operador de câmbio da corretora B&T, Marcos Trabbold.

Forças ucranianas enfrentaram militantes pró-russos nesta quinta-feira ao se aproximarem de Slaviansk, cidade controlada por separatistas, e mataram até cinco pessoas, enquanto o presidente russo Vladimir Putin alertou sobre as “consequências” se Kiev usar o exército contra a população.

Também influenciou a queda do dólar hoje a constante atuação do BC no mercado de câmbio.

 

Intervenções do Banco Central no câmbio

Pela manhã, o BC deu continuidade às intervenções diárias vendendo a oferta total de até 4 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares. Foram 1,2 mil contratos para 1º de dezembro deste ano e 2,8 mil para 2 de março do próximo, com volume equivalente a US$ 198,2 milhões.

Em seguida, também vendeu a oferta total de até 10 mil swaps em leilão para rolagem (adiamento da data de vencimento) dos contratos que vencem em 2 de maio. Até agora, o BC já rolou cerca de 74% do lote total, que corresponde a US$ 8,733 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta