Notícias

Multidão histórica vai ao último aniversário de Akihito como imperador do Japão

Foto: Pool / Agência da Casa Imperial do Japão

Ao todo, incríveis 82.850 pessoas foram felicitar Akihito no Palácio em Tóquio em seu último aniversário como imperador do Japão.

Um número recorde de pessoas compareceu ao Palácio Imperial, em Tóquio, no domingo para celebrar os 85 anos de Akihito, o último aniversário dele como imperador antes de abdicar em 2019.

Akihito, a esposa, a imperatriz Michiko, o príncipe herdeiro Naruhito e a esposa, a princesa Masako, entre outros membros da família imperial, foram saudar os cidadãos através da varanda do palácio em três ocasiões e foram recebidos com gritos de “banzai” (vida longa).

Ao todo, 82.850 pessoas foram felicitar o imperador no último aniversário do seu reinado, conforme dados divulgados nesta segunda-feira pela agência da casa imperial do Japão. Esse número é 58,4% superior ao de 2017, quando 52.300 pessoas foram ao palácio imperial.

No dia dos seus 85 anos, Akihito expressou condolências aos afetados por uma série de desastres naturais que atingiram o país em 2018 e se mostrou “feliz em ver tanta gente” por ocasião do seu aniversário. O imperador ainda desejou que 2019 seja “um ano brilhante e bom” para todos.

Ontem foi a penúltima vez em que Akihito apareceu como chefe de Estado para o povo japonês. A última será na tradicional saudação de Ano Novo, em 2 de janeiro, quando a quantidade de gente deve ser ainda maior.

Para o evento do domingo, a agência da casa imperial instalou pela primeira vez dois telões para que todas as pessoas pudessem ver o imperador. A participação na celebração do aniversário de Akihito aumentou desde agosto de 2016, quando ele afirmou o desejo de abdicar.

Saiba mais
» Princesa Masako diz estar insegura para ser imperatriz do Japão
» Príncipe Akishino divide opiniões ao questionar custeio com ritos de coroação
» Cerimônia oficial de entronização de Naruhito terá 2600 convidados

O imperador deixará o cargo em 30 de abril. No dia seguinte, o seu primogênito o sucederá em um ritual a portas fechadas.

A cerimônia oficial de ascensão ao trono do novo imperador acontecerá em 22 de outubro, em um ato no palácio, com a presença de convidados e delegações de todo o mundo.

Com Agência EFE

%d blogueiros gostam disto: