Notícias

Dólar tem quinta queda seguida e fecha no menor valor em um mês

A moeda dos EUA retornou ao patamar de R$ 2,34, encerrando o dia com desvalorização de 0,25%.

Do Mundo-Nipo

O dólar renovou sua desvalorização frente ao real e fechou em queda pelo quinto pregão consecutivo nesta terça-feira (25), afastando-se ainda mais dos R$ 2,35, uma desvalorização que vem ocorrendo à medida que o pessimismo sobre as perspectivas da economia brasileira vai diminuindo, o que leva os investidores estrangeiros a deixarem de apostar na alta da moeda.

O dólar comercial encerrou o dia com desvalorização de 0,25%, cotado a R$ 2,341 para a venda. É o menor valor desde 20 de janeiro, quando a moeda norte-americana encerrou o dia a R$ 2,338. Na segunda-feira (24), o dólar também teve queda de 0,25%.

Na semana, a divisa norte-americana já acumulada queda de 0,53%. No mês, a desvalorização é de 2,96%, enquanto no ano a moeda recuou 0,7%.

Segundo o UOL Economia, a queda nesta sessão é consequência, dentre outros fatores, do enfraquecimento da moeda norte-americana no exterior. Atuações do Banco Central também influenciaram no resultado.

Nesta terça-feira começou a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central para discutir um possível aumento da taxa básica de juros (Selic), que está em 10,5% ao ano. A decisão será conhecida na noite de quarta-feira (26), detalhou o UOL.

As reuniões do Copom ocorrem a cada 45 dias em Brasília. Participam o presidente do Banco Central e diretores de política monetária e econômica da instituição. Segundo a Agência Reuters, analistas estão na expectativa de que o Copom deve elevar a Selic para 10,75%, e a taxa deve terminar o ano a 11,25%.

 

Atuações diárias do Banco Central do Brasil (BC) no mercado de dólar

O Banco Central manteve seu programa de intervenções diárias no câmbio, com as novas regras anunciadas em dezembro. Agora, em vez de 10 mil contratos de swap cambial tradicional (que equivalem à venda de dólares no mercado futuro), são ofertados 4 mil contratos diariamente.

Nesta terça, o BC vendeu todos os contratos ofertados, com vencimento em 1º de dezembro. O BC também ofertou contratos pra 1º de agosto, mas não vendeu nenhum. A operação movimentou US$ 197,4 milhões.

 

BC realiza mais etapas de rolagem de contratos de dólar

O Banco Central concluiu, nesta terça-feira, a rolagem integral dos contratos de swap cambial tradicional que vencem em 5 de março.

O BC vendeu hoje a oferta total de 11,05 mil swaps na última etapa do processo. Foram 6.050 contratos com vencimento em 1º de outubro deste ano e 5.000 para 2 de janeiro de 2015. A operação movimentou US$ 546,2 milhões.

Com isso, o BC terminou de rolar o lote total que vence no próximo mês, correspondente a US$ 7,378 bilhões.

O próximo lote de swaps vence em 1º de abril e equivale a US$ 10,148 bilhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário