BC do Japão confia em reduzir balanço patrimonial sem prejudicar mercados

O Banco do Japão projeta uma saída suave de sua política monetária ultrafrouxa e assim manter os mercados estáveis.
Banco do Japao Foto Aflo Images 900x600 28 04 2016
©Aflo Images

Atualizado em 28/11/2018

Haruhiko Kuroda, presidente do Banco do Japão (BoJ, banco central japonês), expressou confiança de que a autoridade monetária pode reduzir seu balanço patrimonial a um ritmo adequado sem prejudicar os mercados, quando sair de sua atual política monetária ultrafrouxa.

Kuroda também disse que a enorme compra de títulos tem como objetivo atingir sua meta de inflação de 2%, e não reduzir a enorme dívida pública do governo.

“Como lidar com o balanço patrimonial expandido do Banco do Japão estará entre os principais desafios para nós quando sairmos da flexibilização monetária”, disse Kuroda ao parlamento nesta segunda-feira (26).

“Mas a experiência passada de outros bancos centrais indica que, com uma boa combinação (de resgate e reinvestimento de títulos), é possível reduzir nosso balanço a um ritmo adequado, mantendo os mercados estáveis”, disse ele.

O Banco do Japão se tornou o primeiro entre os países do G7 a possuir ativos que valem coletivamente mais do que toda a economia do país, após uma década de gastos destinados a acelerar o fraco crescimento dos preços.

Críticos do programa de estímulo radical do banco central alertam que a autoridade monetária pode ter dificuldades para reduzir seu enorme balanço quando chegar a hora de sair da política ultrafrouxa.

Kuroda rejeitou tais preocupações, dizendo que o Banco do Japão projeta uma saída suave, impedindo o reinvestimento de alguns dos fundos que resgata de títulos que atingem a data de vencimento.

Com Agência Reuters

Total
1
Shares
Previous Article
Seis pessoas são encontradas mortas em residencia no sul do Japao NHK min

Seis pessoas são encontradas mortas em residência no sul do Japão

Next Article
Nissan Renault Mitsubishi Montagem MN 02 min

Japão nega pacto com França de manter atual poder da Nissan-Renault

Related Posts