Notícias

Bolsa de Tóquio fecha em alta por bons balanços corporativos no Japão

No mês, o índice Nikkei já acumula ganho de 4,01%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valores de Tóquio fechou em alta nesta terça-feira (28), com o Kikkei retornando ao nível psicologicamente importante dos 20.000 pontos, em reflexo à divulgação de resultados positivos de importantes companhias nacionais, como a Fanuc e a Denso. Os ganhos, no entanto, foram limitados, com o mercado a espera dos resultados das reuniões dos bancos centrais dos EUA e do Japão, que divulgarão decisões sobre suas políticas monetárias na quarta-feira e quinta-feira, respectivamente.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, subiu 75,63 pontos, alta de 0,38% ante o fechamento anterior, encerrando o dia aos 20.058,95 pontos. Em apenas um mês, o índice acumula ganho de 4,01%. Já o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 8,36 pontos, alta de 0,52%, aos 1.627,43 pontos.

Na parte da manhã, o índice Nikkei subiu em meio à anúncios positivos de grandes empresas nacionais, mas os ganhos foram limitados na parte da tarde, refletindo a relutância dos investidores em fazer movimentos ousados ​​à frente dos resultados das reuniões  do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc), que termina na quarta-feira, e do Banco do Japão, na quinta-feira, bem como um feriado nacional no Japão, na quarta-feira.

Além disso, ao longo da sessão, a agência de classificação de risco Fitch rebaixou o rating soberano do Japão para “A”, com perspectiva estável, citando a incerteza sobre se o governo vai gerar receita suficiente para resolver sua dívida. “A decisão enfraqueceu levemente o iene em relação ao dólar, mas teve pouca importância para o mercado de ações”, disse o estrategista-chefe da corretora Tatsunori Kawai.

Depois do fechamento de ontem, a fabricante japonesa de robôs Fanuc informou que vai elevar o porcentual de dividendos aos acionistas, dos atuais 30% para 60% do lucro. O anúncio contribuiu para que os papéis da companhia subissem 3,30%.

A Denso, por sua vez, saltou 4,46%, depois de anunciar que pretende comprar o equivalente a 30 bilhões de ienes de suas próprias ações nos próximos 14 meses. A empresa também informou que, ajudada por um iene mais fraco em relação ao dólar, registrou lucro operacional de 99,8 bilhões de ienes no primeiro trimestre deste ano, uma alta anual de 13,6%.

O volume das transações na sessão principal ficou em torno de 2,087 bilhão de ações contra cerca de 1,870 bilhão observadas na sessão de segunda-feira.

(Com informações das agências Estado e Kyodo)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta