Erupção no Monte Shindake em janeiro de 2019 | Foto: Kyodo

Foto: Arquivo/Kyodo