Número de tufões no Japão duplicou em 2019

Agência diz que dois do total de tufões no Japão este ano estão entre as mais fortes a atingir áreas no entorno de Tóquio em quase 30 anos.
Tufao Faxai provoca o caos no leste do Japao Foto AP
Foto: AP

O número de tufões que atingiu o Japão em 2019 foi praticamente o dobro do registrado em outros anos, anunciou ontem (28) a Agência de Meteorologia do Japão (JMA, na sigla em inglês), acrescentando que dois do total de tufões que passaram pelo país este ano estavam entre as mais fortes a atingir áreas no entorno de Tóquio em quase 30 anos, de acordo com a NHK News, canal online da emissora pública japonesa NHK.

A JMA afirma que 29 tempestades tropicais se desenvolveram na região do Oceano Pacífico este ano, superando a média anual de 25,6, sendo que cinco delas tocaram o solo do arquipélago japonês, quase o dobro da média anual, que é de 2,7.

Entre os tufões mais fortes que atingiram o Japão neste ano estão o Faxai, em setembro, e o Hagibis, em outubro. Ambos fenômenos são os mais devastadores a atingir a região de Kanto e a província de Shizuoka desde 1991, sustentando ventos chegando a 144 quilômetros por hora no momento em que tocaram terra.

Tufao Faxai derrubou varios postes em Chiba Foto Kyodo
Os fortes ventos levados pelo Faxai destruíram centenas de postes de energia elétrica | Foto: Reprodução/Kyodo

Faxai chegou a Chiba, no leste de Tóquio, no início de setembro, provocando interrupções no fornecimento de energia elétrica e de água, bem como cancelamento de milhares de voos e paralisação nos serviços de trens, provocando ainda inundações, deslizamentos de terras, entre outros danos.

CONTEÚDO RELACIONADO

Já o Hagibis, intitulado como o tufão mais potente a atingir o Japão nos últimos 60 anos, desembarcou na Península de Izu, sudoeste de Tóquio, em meados de outubro, antes de passar pelas regiões de Kanto e Tohoku, leste e nordeste do país, respectivamente.

Em sua passagem pelo arquipélago japonês, Hagibis despejou chuva recorde em amplas áreas, o que causou danos generalizados e prejuízos superior a 15 bilhões de dólares nos setores de agropecuária e de pesca, incluindo centenas de edificações destruídas e até estações de trens, segundo a Kyodo News.

Tufão Hagibis causa inundações no Japão 02 Foto Reproducao Kyodo
10 trens-bala ficaram tão danificados que tiveram de ser desmantelados | Foto: Kyodo

No geral, Hagibis destruiu centenas de casas, causou caos no sistema de transportes, no qual 12 trens-bala ficaram submersos, entre outros estragos de grande porte .

Além disso, ambos tufões deixaram dezenas de mortos, centenas de feridos e milhares de desabrigados.

Alerta sobre mudanças climáticas

O professor Kazuhisa Tsuboki, da Universidade de Nagoya, afirmou que mudanças climáticas estão provocando um aumento nas temperaturas das águas do mar e criando mais umidade, fazendo com que tufões cheguem até o Japão sem perder a intensidade. Tsuboki deu os tufões Faxai e Hagibis como exemplos desse fenômeno.

O professor disse que medidas contra desastres irão se tornar primordiais, uma vez que tufões, chuvas e outros desastres naturais poderão piorar no futuro.

Aumento da temperatura

A temperatura média em todo o Japão em 2019 deve ser a mais alta desde o início dos registros em 1898, disse o órgão, acrescentando que, com base em dados observados em 15 locais, a temperatura deve subir 0,92 grau Celsius acima média.

Enquanto isso, a temperatura média global para 2019 deve ser 0,42 graus mais alta que o normal e a segunda maior média desde que o registro começou em 1891.

A JMA alertou que o aumento no dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa podem estar por trás da recente alta nas temperaturas em todo o planeta.

Mundo-Nipo.com – MN
Fontes: NHK News | Kyodo News.

Total
13
Shares
Previous Article
Lojas no Japao Foto Kyodo Reuters min

Vendas no varejo do Japão tem queda maior que o esperado em novembro

Next Article
Imagem gigante do signo de Rato no Santuário de Tatsumizu Foto Reprodução NHK 02

Santuário no Japão exibe escultura gigante de Rato, signo regente de 2020

Related Posts