Notícias

Pornografia infantil no Japão cresce 17,5% e atinge recorde em 2015

©Stanley Ip/Flickr

O número de vítimas de pornografia infantil segue crescendo apesar da nova lei japonesa que visa proteger as crianças da exploração sexual.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Agência Nacional de Polícia (NPA, na sigla em inglês) informou que o número de vítimas de pornografia infantil totalizou 905 casos registrados em todo o Japão no ano passado. O número representa um aumento de 157 casos ou alta de 17,5% em relação ao ano anterior e é o maior já registrado desde que a agência começou a compilar os dados, em 2000.

Apesar da nova lei japonesa que proíbe a posse de pornografia infantil e que entrou em vigor em julho do no passado, o número de casos relacionados com a pornografia infantil (principalmente com sua distribuição) investigados em 2015 totalizou 1.938, alta de 110 em relação ao ano anterior e o dobro do que foi registrado em 2009, de acordo com os dados da NPA.

Desse total, a polícia investigou 1.063 casos de produção de vídeos e fotos com crianças e jovens menores de 18 anos.  O número de material pornográfico feito com câmeras espiãs totalizou 110 casos, sendo que 17 deles foram investigados por suspeita de distribuição pornográfica.

O relatório da NPA mostra ainda que 45% dos menores foram coagidos a tirar fotos ou gravar vídeos de si mesmos despidos e enviar os arquivos pela internet. O número representa alta de 3% em relação ao ano anterior.

Meninas do ensino fundamental representaram a maioria das vítimas, mas a ocorrência de estupro foi maior entre as 144 vítimas de pornografia infantil menores de 13 anos, com 69 casos de estupros registrados no ano passado entre crianças abaixo dessa faixa etária.

A vítima mais nova de pornografia, no entanto, foi um bebê de oito meses. Segundo a agência, a criança foi fotografada sem vestes por um homem que cuidava dela.

Divulgado na semana passada e atualizado nesta quinta-feira (31), o relatório anual da Agência Nacional de Polícia abrange “Violência doméstica”, “Violência contra mulher, criança e idosos” (que incluem maus-tratos e abusos) e “Pornografia infantil”.

(Com Agência Kyodo)

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta