Ciência e Saúde

Mais de 100 cientistas do Japão figuram na lista dos mais influentes do mundo

Uma lista, compilada pela afamada Thomson Reuters, aponta os maiores cientistas da atualidade, na qual mais de uma centena de pesquisadores japoneses foram listados.

Do Mundo-Nipo com Agências

A agência norte-americana Thomson Reuters compilou uma lista com os nomes dos cientistas mais influentes do mundo, na qual elegeu 101 pesquisadores japoneses de 14 áreas que publicaram seus trabalhos entre 2002 e 2012.

 

Hideo Hosono (Foto: Instituto de Tecnologia de Tóquio)

A lista incluiu Hideo Hosono, do Instituto de Tecnologia de Tóquio, que é candidato ao Prêmio Nobel de Física (Foto: Instituto de Tecnologia de Tóquio)

 

Na lista, sem ranking, figuram 3.200 cientistas de 21 áreas que têm escrito teses com regularidade (2002 à 2012), bem como os mais citados por seus trabalhos.

Do total, 1.760 cientistas são dos Estados Unidos, correspondendo a mais de 50% da lista, seguido pela Inglaterra, com 392, e Alemanha, com 169. A China é o país asiático que mais contribuiu, com 163.

Os 101 cientistas do Japão estão distribuídos em várias áreas, sendo as de Zoologia e Botânica a mais numerosas, com 25 cientistas japoneses, além de Imunologia (19), Física (14) e Engenharia de Materiais (9). Outros 34 cientistas estão distribuídos em mais 10 áreas.

Entre os 87 cientistas representantes da área de imunologia, 20%, são do Japão, incluindo Tadatsugu Taniguchi, da Universidade de Tóquio, conhecido por seu estudo da proteína interferon. Outro importante cientista na lista é Hideo Hosono, do Instituto de Tecnologia de Tóquio, que é candidato ao Prêmio Nobel de Física. Fonte: The Mainichi.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*