Ciência e Saúde

Diretor da ONU diz que Japão é modelo global de dieta saudável

Foto: Divulgação/Japan Ryokan & Hotel Association)

Com uma cultura alimentar única, Japão tem o nível mais baixo de obesidade entre as nações desenvolvidas.

O brasileiro José Graziano da Silva, diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), afirmou que o Japão “é um modelo global de dieta saudável”, informou ontem (10) o site ONU News.

A declaração aconteceu durante uma viagem oficial de Graziano a Tóquio, onde ele disse ainda que Japão tem “o nível mais baixo de obesidade entre as nações desenvolvidas, menos de 4%”.

Segundo o chefe da FAO, o Japão “tem uma cultura alimentar única e saudável que inclui vegetais, frutas e peixes”. Ele citou o Washoku, sistema de culinária japonês que envolve uma série de habilidades, conhecimentos e tradições relacionadas à preparação e ao consumo de comida e que foi considerada Patrimônio Cultural Imaterial pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco).

O Washoku é baseado no “respeito à natureza” e composto por ingredientes frescos e disponíveis na temporada e com baixo teor de gordura. José Graziano disse ainda que o Japão tem um “vasto conhecimento e experiência” nesta área para compartilhar com outros países. Essa interação é importante para promover atividades relacionadas a Década sobre Nutrição da ONU.

A iniciativa tem como objetivo lidar com dietas inadequadas, que têm uma ligação direta com doenças crônicas como diabetes, câncer e ataques do coração e derrames. O chefe da FAO declarou que o Japão ajuda países em desenvolvimento através da agência da ONU em questões de produção e consumo de alimentos e ainda no setor de agricultura.

Ele citou o Afeganistão e Mianmar, que receberam mais de US$ 100 milhões em ajuda para essas áreas. Durante sua visita, Graziano da Silva anunciou ainda os dois primeiros embaixadores da Boa Vontade da FAO japoneses, Hiroko Kuniya e Katsuhiro Nakamura.

Fonte: Portal UAI / Via ONU News.

Comentários