Ciência e Saúde

Transmitido por carrapato, vírus SFTS já matou 34 pessoas no Japão

122 pessoas já foram infectadas desde 2013. Miyazaki é a província mais afetada, com 23 casos e 8 mortes.

Do Mundo-Nipo com Agência Kyodo

O vírus da Síndrome de Febre Severa com Trombocitopenia (SFTS, na sigla em inglês), transmitido por carrapatos, provocou a morte de 34 pessoas ao longo de dois anos no Japão, onde 122 casos do vírus já foram registrados desde meados de 2013, de acordo com dados recentes do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NIID, na sigla em inglês), um centro de pesquisa ligado ao Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar do Japão.

Os dados da NIID, compilados até maio passado, revela que o vírus já foi detectado em 16 das 47 províncias japonesas, principalmente as localizadas na região oeste do Japão, em províncias como Okayama, Yamaguchi, Ehime, Miyazaki e Hiroshima. A mais afetada, porém, é a província de Miyazaki, onde foram registrados 23 casos e oito mortes, de acordo com dados até maio deste ano.

Pessoas com idade entre 50 a 90 anos são as mais infectadas pelo vírus transmitido por essa espécie de artrópode, que é comumente chamada pelos japoneses de “satsujin madani” (“carrapato assassino”, na tradução livre).

O Instituto explica que não são todas as espécies de carrapatos que carregam o vírus SFTS, e ressalta que não há registros de transmissão do vírus de uma pessoa para outra. Esse tipo de carrapato transmissor, no entanto, pode ser encontrado em praticamente todo o Japão, principalmente em florestas aos arredores de cidades, mas também pode viver em áreas urbanas arborizadas, principalmente em praças e parques, onde é comum atacar animais domésticos.

Mediante a isso, o Instituto alerta a população para que tenha cuidados redobrados ao voltar de um passeio com o animal de estimação, uma vez que ainda não há uma vacina eficaz contra a SFTS.

Até fevereiro de 2014, o SFTS tinha infectado 53 pessoas no Japão. Destas, 21 morreram, o que representa um aumento de 12 mortes pelo vírus num espaço de um ano e quatro meses.

O vírus da SFTS foi descoberto na China, em 2011, mas o surto de contaminação foi disseminado no Japão. O Instituto acredita que carrapatos portadores do vírus chegaram ao arquipélago japonês por intermédio de animais trazidos da China.

Sintomas
O SFTS provoca sintomas como febre, vômito e disfunções gastrointestinais, além da redução na quantidade de glóbulos brancos e plaquetas em casos mais graves, o que pode levar a hemorragias. Os sintomas mais leves tendem surgir entre 6 e 14 dias após a contaminação.

*Para sabe mais sobre o surto do SFTS no Japão, consulte o site oficial do Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (em inglês).

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários