Notícias

Após forte alta na véspera, dólar recua e fecha abaixo de R$ 4

(Foto: Aflo Images)

A moeda dos EUA recuou 1,01% após fechar na véspera na maior cotação em três meses frente ao real.

O dólar recuou ante o real e fechou abaixo de R$ 4 nesta terça-feira (5), em um movimento de ajuste após a forte alta registrada na véspera, que foi motivada por preocupações com a economia chinesa.

A moeda norte-americana caiu 1,01%, cotada a R$ 3,9933 na venda, após subir mais de 2% na véspera e fechar na maior cotação em três meses.

O movimento no Brasil seguiu os mercados externos, onde investidores buscaram por ativos mais seguros em meio a preocupações sobre a economia da China.

Na véspera, a Bolsa da China despencou 7%, após dados fracos sobre a indústria do país. Com isso, as negociações das ações foram suspensas pela primeira vez. O mercado, no entanto, acalmou após medidas emergenciais adotadas pelo governo chinês. O Banco Popular da China, por exemplo, injetou quase US$ 20 bilhões nos mercados, a maior atuação desde setembro de 2015.

Devido às tensões econômicas e políticas no Brasil, a variação do dólar frente ao real foi mais acentuada, principalmente por conta do recesso no Congresso Nacional, o que adia a decisão de medidas importantes para a busca do equilíbrio fiscal do país.

Entre as medidas a serem analisadas está a retomada da CPMF, prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016. Nos cálculos do governo, ela é necessária para fechar o ano com a meta de superávit primário (economia para pagar os juros da dívida) equivalente a 0,5% do PIB.

Atuações do Banco Central Brasileiro
Nesta manhã, o Banco Central fez mais um leilão de rolagem dos swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares) que vencem em 1º de fevereiro, vendendo a oferta total de até 11,6 mil contratos.

O BC já rolou o equivalente a US$ 1,132 bilhão, ou cerca de 11% do lote total, que corresponde a US$ 10,431 bilhões.

Fontes: Agência Reuters | G1 Economia.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários