Notícias

Premiê do Japão quer reconquistar confiança do público

Foto: Arquivo/Kyodo

Apoio à Abe despencou depois que nome da primeira-dama foi envolvido numa venda ilegal de terreno estatal.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse que irá trabalhar para reconquistar a confiança do público, uma decisão tomada após o líder da terceira maior economia mundial ver seu índice de aprovação despencar quase 10 pontos devido a um escândalo sobre alterações de documentos relativos à venda de um terreno estatal para uma operadora de escolas, na qual envolve o nome da primeira-dama Akie Abe e do próprio premiê.

“Espero reconquistar a confiança [pública] com o esclarecimento do caso [alterações de documentos], disse Abe em declaração feita terça-feira (20) durante reunião com Natsuo Yamaguchi, líder do partido da coalizão governista, o Komei, de acordo com o canal online da emissora estatal ‘NHK’.

Saiba mais
» Aprovação ao premiê Shinzo Abe despenca quase 10 pontos

» Japão admite falsificação de documentos envolvendo Shinzo Abe e esposa
» Ex-presidente da Moritomo nega fraude em escolas japonesas
» Presidente da Moritomo diz que recebeu dinheiro da primeira-dama do Japão

O líder japonês prometeu que o governo vai investigar o caso a fundo e explicar com sinceridade o motivo dos documentos do Ministério das Finanças terem sido alterados.

Ainda de acordo com a ‘NHK’, o premiê japonês afirmou também que vê com seriedade a recente queda nas taxas de aprovação de seu Gabinete e Governo. Segundo ele, este é o motivo pelo qual precisa se empenhar para recobrar a credibilidade pública.

Fontes: Canal NHK News.

Comentários