Costumes Datas festivas

Tradições das celebrações de Ano Novo no Japão

©Stockvault

Veja uma lista com as principais tradições no Japão durante as comemorações de Ano Novo, cuja duração pode passar de 3 dias.

  • 233
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
    234
    Shares

O Japão tem muitas tradições inusitadas e curiosas. Mas todas elas são recheadas de fantásticas histórias que envolvem a origem e autenticidade do povo japonês. Nesse período de final de ano fica ainda mais evidente o apresso das pessoas por superstições e tradições. Tomadas pelos sentimentos de esperança e renovação, os japoneses buscam cumprir com rituais que já deram sorte ou que retratam a sua cultura.

Em geral, boa parte dos brasileiros são atraídos pela cultura oriental, e em especial a japonesa. O Brasil, foi um dos países que mais acolheu imigrantes do Japão no século passado e ainda hoje mantém muitas comunidades como o bairro da Liberdade, em São Paulo, que expressam o estilo de vida, a arte e os hábitos dos japoneses.

A imigração japonesa no Brasil iniciou em 18 de junho de 1908, quando o navio Kasato Maru aportou em Santos com 781 japoneses. Hoje, o Brasil detém a maior população de japoneses e descendentes fora do Japão.

Por esse motivo, decidimos listar as principais tradições que acontecem no Japão na virada de ano. É sempre prazeroso aprender sobre outras nações e perceber a diversidade do mundo. As comemorações para a entrada do novo ano duram em média 3 dias no Japão, e esse período é denominado de Oshougatsu.

Hatsumode

Essa tradição é a primeira visita do ano a um Santuário ou Templo, geralmente acontece no primeiro dia do ano, mas há quem deixe para ir depois com o propósito de evitar as longas e cansativas filas. O intuito da visita é pedir prosperidade aos Deuses.

Durante o Hatsumode, é muito comum ver mulheres e homens em trajes típicos japoneses, como quimono e hakama, mas isso não é uma regra. 

Joya no kane

A cerimônia Joya no Kane é a maneira que os japoneses sinalizam a entrada do novo ano. Ao contrário das culturas ocidentais, a cultura japonesa não possui o hábito de comemorar a virada do ano com fogos de artifício. Ao invés disso, eles utilizam os gigantescos sinos dos templos budistas para anunciar o novo ano com 108 badaladas.

Monges no templo de Higashiyama, em Kyoto, se preparam para tocar as 108 badaladas de Ano Novo | ©Fumihiko Ueno

Segundo a crença budista, as 108 badaladas representam os pecados ou desejos mundanos do homem, e o tocar do sino serve para afastar esses desejos, a fim de purificar a alma.

O total de 108 badaladas dá-se através da seguinte conta:  os seis sentidos (visão, audição, olfato, paladar, tato e consciência), multiplicado por três reações (positivas, negativas ou indiferentes), o que resulta um total de 18 possíveis desejos. Cada um desses desejos pode estar ligado ou separado do prazer, portanto multiplica-se por 2, dando um total de 36 desejos. Cada um desses desejos pode se manifestar no passado, presente ou futuro, portanto multiplica-se 36 por 3, dando como resultado 108. 

Omikuji

O Omikuji é uma espécie de oráculo que as pessoas compram nos Templos. Eles ficam dispostos numa caixa e são escolhidos aleatoriamente.

Nesse papel vem escrito a sorte da pessoa que escolheu. São 12 diferentes destinos possíveis disponíveis, variando do muito bom a muito ruim.

Japonesa amarra seu omikuji em um santuário em Tóquio | ©John Godley

Depois de ler sua sorte, as pessoas amarrem o papel da fortuna em paus, cordas, galhos de árvores, no terreno do santuário. Por isso que encontramos centenas e até milhares de papeis pendurados nos galhos das árvores próximas aos templos.

Otoshidama

Essa é uma tradição de Ano Novo muito aguardada pelas crianças. Elas recebem dinheiro dos pais e parentes, dentro de envelopes cuidadosamente decorados, conhecidos também como “pochibukuro” ou “Goshugi bukuro”. A quantidade de dinheiro é proporcional à idade da criança, mas quando há mais de um filho na família geralmente é dado o mesmo valor.

Susuharai e Osouji

Essa tradição significa fazer uma caprichada faxina nas casas, santuários ou empresas. Para o povo japonês, é primordial começar o Ano novo com tudo limpo, pois limpeza lembra purificação.

Cerimônia de Osouji em um santuário de Kobe | ©Media Commons

Essa tradição também é muito comum em países do ocidente, é habitual que pessoas decidam arrumar as casas, fazer manutenção do que precisa, fazer uma limpeza retirando os excessos e substituindo o que precisa. 

Nengajo

O Nengajo nada mais é do que a tradição de enviar a pessoas queridas cartões postais desejando um novo ano cheio de sorte e coisas boas. O comum é que utilizem de desenhos japoneses que representem algo de bom. Por exemplo, usar o desenho do animal do zodíaco que representa o novo ano.

Nengajo, cartões japoneses de Ano Novo | ©Yuji Kotani

Essas foram algumas das tradições que o povo japonês realiza para se preparar para entrada do ano novo. Podemos perceber que algumas são bem específicas da cultura, mas outras também executamos no Brasil a nosso modo.

E você, já pensou em quais tradições irá seguir para atrair sorte em 2021?

  • 233
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
    234
    Shares