Equinócio marca o início oficial do outono no Japão

O Equinócio de Outono no Japão abre a estação que é famosa pelas folhagens em tons amarelo e vermelho, os quais deixam a estação com um visual completamente mágico.
Monte Fuji visto entre as folhagens coloridas do belíssimo outono japonês | ©Depositphotos
Monte Fuji visto entre as folhagens coloridas do belíssimo outono japonês | ©Depositphotos

Atualizado em 27/12/2022

O feriado nacional do Equinócio de Outono (Shuubun no Hi) é celebrado no Japão entre os dias 22 e 23 de setembro, o que depende do calendário. A data marca oficialmente a entrada da estação em que as folhas das árvores ganham tons coloridos, geralmente amarelo e vermelho (momiji), tornando a paisagem com um aspecto fantástico, semelhante aos filmes “encantados”.

Com a queda brusca da temperatura, as folhas até então verdes, mudam a coloração de forma quase que mágica. Depois, elas secam e caem, deixando os galhos “pelados”. Esse fenômeno é chamado de kouyou.

ARTIGO RELACIONADO
O belíssimo Outono no Japão

As árvores que se desfolham no frio ficam verdes de novo somente na primavera seguinte, reavivadas com o surgimento de brotos. O ciclo natural se repete todos os anos, deixando clara a existência de estações bem definidas.

A coloração avermelhada das folhas é motivo para que os japoneses promovam excursões, piqueniques em parques ou, simplesmente, saiam de casa para apreciar o fenômeno. O kouyou pode ser visto primeiro, já em setembro, na região norte do Japão ou no alto das montanhas e planaltos, locais que começam a esfriar mais cedo.

De uma forma geral, o belo espetáculo da natureza tem pico em outubro e novembro. Existe uma grande variação porque a mudança de cor depende da temperatura.

A coloração das folhas é motivo para que os japoneses promovam excursões, piqueniques em parques ou, simplesmente, saiam de casa para apreciar o fenômeno.

Momiji e Koyo
Paisagem Momiji no Ueno Park, em Tóquio, na temporada do outono japonês | ©Depositphotos
Paisagem Momiji no Ueno Park, em Tóquio, na temporada do outono japonês | ©Depositphotos

Momiji refere-se às folhas avermelhadas do outono, sendo o símbolo definitivo do outono japonês. Também conhecido como koyo, o Japão tem um vermelho pródigo quando o verão acaba.

Ao contrário da temporada das cerejeiras em flor (sakura), a estação das folhagens vermelhas é muito mais longa, mas igualmente magnífica e permite que seus admiradores a apreciem em um ritmo mais relaxado.

As quatro estações no Japão

O Japão tem as quatro estações bem definidas. Cada uma delas conta com dias específicos para determinar, por exemplo, qual é o dia mais frio do ano, ou quando entra a época de chuva.

Nas quatro estações, existem 24 divisões, seis em casa uma, chamadas Nijuu-shi Sekki. No início de fevereiro, o risshun representa o ingresso na primavera, apesar da estação das flores começar oficialmente no dia 20 de março.

Primavera (Haru)
  • Risshun: 4 ou 5 de fevereiro, dia do ingresso na primavera pelo calendário japonês
  • Usui: 19 de fevereiro, quando a neve se transforma em chuva e o gelo começa a derreter. Mas nas regiões Kanto e Tokai ainda pode nevar
  • Keichitsu: 6 de março, os insetos que estavam “hibernando” começam a aparecer a partir desse dia
  • Shunbun: 20 de março, entrada oficial da estação das flores. Esse dia é chamado também de equinócio da primavera
  • Seimei: 5 de abril, quando as cerejeiras florescem na parte oeste do Japão e as andorinhas enchem os céus
  • Kokuu: 20 ou 21 de abril, época de chuva da primavera. Os japoneses chamam de estação da chuva que molha a plantação
Verão (Natsu)
  • Rikka: 5 ou 6 de maio, dia do ingresso no verão pelo calendário japonês
  • Shouman: 21 de maio, depois de um período longo de frio, a vegetação que brotou novamente atinge um tamanho uniforme.
  • Boushu: 6 de junho, chegou a hora de começar o plantio de arroz, uma atividade bastante valorizada no Japão
  • Geshi: 21 de junho, entrada oficial do verão. É o dia mais longo do ano. Também entra a época de chuva
  • Shousho: 7 ou 8 de julho, início do calor -ainda que ameno- típico do verão (úmido)
  • Taisho: 23 e 24 de julho, os dias mais quentes do ano, com calor intenso
Outono (Aki)
  • Risshuu: 7 ou 8 de agosto, dia do ingresso no outono pelo calendário japonês
  • Shosho: 23 e 24 de agosto, o calor fica mais ameno
  • Hakuro: 8 de setembro, significa o dia em que o orvalho se deposita sobre os campos, deixando a paisagem esbranquiçada
  • Shuubun: 23 de setembro, entrada oficial do outono. Esse dia também é chamado de equinócio de outono
  • Kanro: 8 de outubro, quando o outono entra na fase de pico e os dias passam a ficar mais frios
  • Soukou: 23 de outubro, é a época em que as folhas ficam coloridas (kouyou) e caem as primeiras geadas na parte norte do Japão
Inverno (Fuyu)
  • Rittou: 7 ou 8 novembro, dia do ingresso no inverno pelo calendário japonês
  • Shousetsu: 22 e 23 de novembro, época em que começa a nevar na região norte do arquipélago japonês
  • Taisetsu: 7 ou 8 de dezembro, começa a época de neve constante, principalmente no norte
  • Touji: 21 de dezembro, entrada oficial do inverno
  • Shoukan: 5 ou 6 de janeiro, o frio fica mais intenso
  • Daikan: 20 e 21 de janeiro, os dias mais frios do ano

== Mundo-Nipo (MN)
Fotos: Cortesia Depositphotos

Total
15
Shares
Previous Article
Fumio Kishida falou com repórteres, em Tóquio, pouco antes de partir para Nova York | Foto: Reprodução / Mainichi

Premiê do Japão viaja aos EUA para participar da Assembleia da ONU

Next Article
Na província de Shizuoka, a mais atingida pelo tufão Talas, uma ponte desmoronou com a correnteza do rio | AP

Tufão Talas atinge o Japão e causa inundações, deslizamentos e mortes

Related Posts