Mais Esportes

Japonês de quase 90 anos bate dois recordes no Mundial Master de Atletismo

Nascido no Japão, criado no interior de São Paulo, Yoshiyuki Shimizu é o senhor mais rápido do mundo em sua categoria.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Japonês de 90 anos é o senhor mais veloz do mundo (Imagem: Jornal Nacional/Reprodução)

Yoshiyuki Shimizu é recordista mundial dos 100 e 200 metros rasos para competidores entre 85 e 90 anos (Imagem: Jornal Nacional/Reprodução)

Nascido no Japão, criado no interior de São Paulo, Yoshiyuki Shimizu é o senhor mais rápido do mundo em sua categoria. O atleta ancião é campeão e recordista mundial dos 100 e 200 metros rasos para competidores entre 85 e 90 anos na 20ª edição do Campeonato Mundial Master de Atletismo, realizado em Porto Alegre.

Atletas de 35 a 99 anos participam do Mundial que acontece pela primeira vez na América do Sul, de acordo com informações do ‘Jornal Nacional’ nesta sexta-feira (25).

“Melhor do mundo? Dá vergonha”, disse o sorridente senhor Shimizu ao repórter da Globo, em referência aos dois recordes mundiais que ele bateu na competição.

“A predisposição genética corresponde a mais ou menos 30% e os outros 70% que propiciam que estes indivíduos hoje participassem de um campeonato mundial se deve ao estilo de vida”, afirmou Newton Terra, geriatra da PUC-RS, no ‘Jornal Nacional’.

Os benefícios da prática esportiva para um envelhecimento saudável são indiscutíveis e conhecidos por todos. Somente os benefícios a saúde, no entanto, não é o fator determinante para um campeonato de atletismo para veteranos conseguir reunir mais de quatro mil atletas. O que conta também é o prazer da disputa.

Colecionar medalhas é mania que não tem idade. O tempo só tratou de alterar um pouquinho uma antiga máxima olímpica, pois além de competir, para eles o importante é, também, se divertir.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta