Notícias

Imperador do Japão faz sua última saudação de Ano Novo antes de abdicação

Casal Imperial do Japão saúda o público no 2º dia de 2019 | ©Reprodução/Mainichi

A saudação deste ano atraiu um número recorde de pessoas ao Palácio em Tóquio, onde o Imperador Akihito mostrou-se emocionado.

O imperador do Japão, Akihito, falou de suas esperanças de paz mundial na quarta-feira, no que representou seu último discurso de Ano Novo à frente do trono japonês.

“Espero que este ano seja um bom ano para o maior número possível de pessoas”, disse o imperador, que acenou para a multidão por trás das janelas de vidros brindados localizadas na tradicional sacada do palácio.

Segundo a mídia japonesa, a saudação de Ano Novo neste ano atraiu um número recorde de simpatizantes ao Palácio Imperial de Tóquio.

Durante a saudação ao povo, Akihito estava tradicionalmente acompanhado de sua esposa, a Imperatriz Michiko, e outros membros da família imperial.

Saiba mais
» Japão confirma que o nome da nova era será anunciado no dia 1º de abril
» Multidão histórica vai ao último aniversário de Akihito como imperador do Japão
» Princesa Masako diz estar insegura para ser imperatriz do Japão

“Neste início de ano, rezo pela paz e felicidade do povo de nosso país e do mundo”, disse Akihito, que parecia especialmente emocionado.

Um total de duas sessões de “saudações ao povo” foram programadas para a quarta-feira (às três da manhã e às duas da tarde), mas a Agência da Casa Imperial decidiu realizar a terceira sessão à tarde e o imperador depois se ofereceu para cumprimentar as pessoas em mais uma sessão extra, uma decisão ocorrida por causa do aumento inesperado de visitantes.

O número total de simpatizantes chegou a estimados 154.800 – maior número de visitantes no palácio para assistir seu discurso de Ano Novo desde que ele subiu ao trono, em 1989.

Aniversário de Akihito
Outro recorde de público no Palácio Imperial ocorreu no aniversário do imperador em 23 de dezembro. Com isso, a Agência montou, pela primeira vez, duas telas enormes para que os simpatizantes ao imperador pudessem ter uma boa visão, bem como poder saudá-lo em seu último aniversário como imperador do Japão.

Abdicação
Em 30 de abril, o imperador de 85 anos, se tornará o primeiro monarca japonês a abdicar em cerca de dois séculos depois de indicar, em 2016, seu desejo de se aposentar, citando que estava ficando cada vez mais difícil cumprir com a agenda imperial por conta de sua saúde notoriamente debilitada e de sua idade avançada.

Seu filho mais velho, o Príncipe Herdeiro Naruhito, subirá ao Trono do Crisântemo em 1º de maio.

Do Mundo-Nipo
Fontes: Mainichi | Kyodo News.