Notícias

Dólar fecha em forte queda após dados de empregos nos EUA e anúncio do BC

A moeda dos EUA encerrou o dia com desvalorização 1,7%.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Depois de duas altas consecutivas, o dólar fechou em baixa ante o real nesta sexta-feira (4), em um movimento influenciado após divulgação de dados de emprego nos Estados Unidos e o anúncio do Banco Central brasileiro sobre o início da rolagem dos swaps cambiais que vencem em maio.

O dólar comercial encerrou o dia com forte desvalorização 1,7%, cotado a R$ 2,2437 para a venda. Na quinta-feira (3) o dólar teve alta de 0,54%. Na semana, a divisa dos EUA acumula queda de 0,69%.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 1,4 bilhão, de acordo com a Agência Reuters.

Logo no início das negociações, o dólar já registrava queda em função do anúncio do Banco Central brasileiro sobre iniciar a rolagem dos swaps cambiais que vencem em maio, o que alguns esperavam que não viesse. Mais tarde, quando veio o relatório dos EUA, a queda foi acelerada, chegando à mínima de R$ 2,2340.

Os Estados Unidos criaram 192 mil vagas de emprego em março, frente a expectativas de 200 mil postos de trabalho. Segundo a Reuters, o número mostra que “a economia norte-americana continua forte mesmo após a desaceleração provocada pelo clima frio no início do ano”.

Analistas, no entanto, consideram que os resultados não são suficientes para fazer o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) ampliar o ritmo de redução do programa de estímulos, não afetando ainda mais a liquidez, o que suaviza as preocupações de que a taxa de juros na maior economia do mundo seja elevada antes do esperado.

A queda da moeda norte-americana também foi influenciada pelo anúncio do BC brasileiro de que daria início nesta sessão à rolagem dos swaps cambiais, que servem como venda futura de dólares, com vencimento em 2 de maio, no valor equivalente a US$ 8,733 bilhões.

Antes do início da tarde, a autoridade monetária vendeu a oferta total de até 10 mil swaps para rolagem, o que equivale a cerca de 6% do lote que vence no próximo mês. Se mantiver esse ritmo de leilões durante todo o mês, a autoridade monetária conseguirá rolar praticamente todo o volume.

Mais cedo, o BC também deu continuidade às intervenções diárias, vendendo a oferta total de até 4 mil swaps, todos com vencimento em 1º de dezembro deste ano. O BC também ofertou contratos para 2 de março de 2015, mas não vendeu nenhum. O volume foi equivalente a US$ 198,3 milhões.

As informações das cotações de fechamento são fornecidas pelo Portal Financeiro Forex Pros/Investing.com.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta