Notícias

Economia do Japão é revisada para forte queda no terceiro trimestre

©AJW Images

A leitura revisada mais que duplicou em relação aos dados preliminares de 1,2% negativo no trimestre julho-setembro.

O Produto Interno Bruto (PIB)  do Japão foi revisado para forte contração de 2,5% no trimestre entre julho e setembro ante mesmo período do ano passado, segundo dados revisados e divulgados pelo Escritório do Gabinete do Japão nesta segunda-feira (10).

O resultado mais que duplicou em relação a leitura inicial negativa de 1,2% no terceiro trimestre. O recuo, de modo geral, é devido à queda dos gastos dos consumidores e das exportações após uma série de desastres naturais que atingiu o país durante esse período.

O valor revisado também foi mais acentuado do que as estimativas dos economistas em uma pesquisa feita pela agência ‘Reuters’.

Era esperado um declínio anualizado de 1,9% em uma economia afetada por uma série de desastres naturais no período e uma desaceleração nas exportações.

Durante o segundo trimestre do ano, o PIB japonês tinha avançado 3% anualizado e 0,8% em relação a janeiro-março, segundo os dados revisados do governo.

O valor se traduz em uma contração trimestre a trimestre de 0,6% em termos reais, ajustada pela inflação, contra uma leitura preliminar negativa de 0,3%. As estimativas dos economistas apontavam redução de 0,5%.

Com isso, a Bolsa de Valores de Tóquio abriu os negócios em queda. O Nikkei, principal índice do mercado acionário japonês, perdeu 1,66%, segundo a ‘Reuters’.

Série de desastres naturais atinge o Japão entre julho e setembro
A economia japonesa foi fortemente afetada pela série de desastres naturais que castigaram o país no terceiro trimestre, entre eles as graves inundações no oeste em julho, o poderoso tufão que causou estragos na cidade de Osaka e arredores no início de setembro e o forte terremoto em Hokkaido em torno das mesmas datas

Do Mundo-Nipo
Fontes: Agência Reuters | Nikkei.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
%d blogueiros gostam disto: