Política

Líderes indianos expressam “desapontamento” com lei que criminaliza sexo gay

Na quarta-feira (11), o tribunal derrubou uma decisão de descriminalizar a homossexualidade.

Do Mundo-Nipo

Altos funcionários do governo indiano expressaram nesta quinta-feira (12) desapontamento com a decisão da Suprema Corte que criminalizou relações sexuais entre lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

Na quarta-feira (11), o tribunal derrubou uma decisão de descriminalizar a homossexualidade, tomada em 2009 pela corte de Nova Délhi.

A seção 377, redigida no século XIX, do código penal indiano proíbe “sexo contra a ordem da natureza com qualquer homem, mulher ou animal”, o que é usado para criminalizar relações entre homossexuais com até 10 anos de prisão.

As informações são da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe uma resposta