Mais Esportes

Japão termina em primeiro no individual do Mundial de judô

Japão segue absoluto no mundial e pode faturar mais medalhas na disputa por equipes, que acontece neste domingo.

Do Mundo-Nipo

A competição individual do Mundial de Judô na Rússia, que terminou neste sábado (30), teve o Japão conquistando mais duas medalhas. No sexto dia de competição, o país faturou mais uma de bronze, com Megumi Tachimoto nos pesados femininos, e outra de prata, nos pesados masculinos, com Ryu Shichinohe, que deu ao Japão a primeira medalha de prata na categoria depois de quase 10 anos.

 

Megumi Tachimoto conquista bronze no Mundial de Judô 2014 (Foto: Federação Internacional de Judô)

Tachimoto deu a terceira medalha de bronze ao Japão na competição (Foto: Federação Internacional de Judô)

 

Shichinohe havia garantindo a medalha de prata quando derrotou o brasileiro David Moura por ippon nas semifinais. O peso pesado do Japão, no entanto, perdeu na final para o fenômeno francês Teddy Riner. O japonês deu muito trabalho a Riner, que chegou a ser derrubado, mas conseguiu virar-se de frente para o chão a tempo de cair sem que fosse contado ponto para o adversário. A vitória aconteceu nas punições (três, no limite para a desclassificação) impostas ao japonês durante o combate. O brasileiro Rafael Silva, o ‘Baby’, ficou com a medalha de bronze na categoria.

O gigante francês, que é também campeão olímpico da categoria, conquistou o sétimo campeonato mundial consecutivo na categoria. A medalha de prata do Japão é primeira na categoria peso pesado desde 2005.

Tachimoto, por sua vez, conquistou o bronze na categoria acima de 78 kg. Na mesma divisão, a companheira de equipe Kanae Yamabe perdeu sua luta nas quartas de final e, em seguida, foi eliminada na primeira rodada da repescagem. A prata na categoria ficou com a brasileira Maria Suelen Altheman.

As duas medalhas de hoje serviram para ratificar o Japão como absoluto na competição, ficando em primeiro no quadro geral de medalhas do individual com quatro ouros, duas pratas e três bronzes. O segundo lugar ficou com a França (dois ouros, uma prata e quatro bronzes).

O Brasil ficou em terceiro lugar, empatado com a Rússia, que teve desempenho idêntico (uma de ouro, uma de prata e duas de bronze).

Na madrugada deste domingo (horário de Brasília) acontecerá a disputa por equipes. As finais estão marcadas para 8h (também no horário de Brasília).

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*