Notícias

Bolsa de Tóquio segue mercado dos EUA e tem a maior alta em três semanas

O índice Nikkei fechou no maior nível desde 25 de março.

Do Mundo-Nipo com Agências

A Bolsa de Valore de Tóquio fechou em alta nesta terça-feira (7), acompanhando o bom desempenho das bolsas dos Estados Unidos e ignorando os decepcionantes dados sobre o mercado de trabalho norte-americano, que ontem levou os investidores a evitar ativos de risco em meio a preocupações sobre a recente desaceleração do crescimento econômico norte-americano, o que elevou as apostas na postergação do início do processo de elevação da taxa de juros no país.

O Nikkei 225, índice que reúne as empresas mais negociadas da bolsa japonesa, subiu 242,56 pontos, alta de 1,25% ante o fechamento anterior, encerrando a sessão aos 19.640,54 pontos. Trata-se da maior alta percentual em três semanas e o maior valor de fechamento desde o dia 25 de março.

Já o indicador Topix, que agrupa os valores da primeira seção em Tóquio, avançou 17,84 pontos, alta de 1,14% ante o fechamento de segunda-feira, terminando aos 1.578,55 pontos.

Os investidores no Japão foram surpreendidos pela alta das bolsas de Nova York, no pregão de ontem, embora os EUA tenham criado apenas 126 mil empregos em março, bem menos que as 248 mil vagas previstas por analistas, como foi divulgado na semana passada. Os mercados acionários dos EUA foram favorecidos pela aposta de que o Fed vai demorar mais para começar o aperto monetário e por números positivos de atividade do setor de serviços.

Além disso, o dólar se fortaleceu nesta madrugada e operava a 119,57 ienes no fim da sessão em Tóquio, ante 119,51 ienes no fim da tarde de ontem, o que impulsionou ações de empresas orientadas para exportação. Com isso, a Nissan subiu 1,2% e a Panasonic elevou suas ações em 1,1%.

Outras empresas de peso ajudaram a impulsionar o mercado acionário, como Fanuc, SoftBank e Shin-Etsu Chemical, que subiram 3,0%, 1,6% e 2,1%, respectivamente.

A Toshiba também se destacou, com alta de 1,1% em suas ações, após notícias de que a empresa abriu um centro de pesquisa e desenvolvimento dedicado à energia de hidrogênio.

(Com informações das Agências ‘Estado’ e ‘Kyodo’)

*Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário

*