Notícias Variedades

Macacos no Japão procuram cervos para aliviar ‘tensão sexual’

Foto: Reprodução

Fêmeas da espécie macaco-japonês foram observadas por quase um ano tentando fazer sexo com cervos.

Quase um ano depois de uma pesquisa revelar que um macho de uma espécie de macaco do Japão estava procurando cervos silka para acasalar, um estudo publicado esta semana em uma revista acadêmica, no Springer Link, esclareceu que esse comportamento não é um caso isolado, mas sim um ato muito praticado entre jovens fêmeas de macaco da espécie endêmica “Macaca fuscata”, mais conhecida por macaco-japonês, em uma reserva na cidade de Minoo, no centro do Japão.

Na primeira vez em que o comportamento foi registrado, no início de 2017, os pesquisadores cogitaram ser um caso isolado. Os cientistas especularam que o comportamento incomum do macaco poderia ter sido provocado pela “privação de companheira” em uma comunidade onde a competição por fêmeas é dura. Mediante isso, acreditou-se que as investidas frequentes do macaco sobre os cervos foram impulsionadas por um aumento de hormônios na época de reprodução.

Saiba mais
» Cientistas estudam caso de macaco no Japão que insiste copular com cervas
» Chimpanzé foge de zoo no Japão e ataca equipe de resgate

Porém, observando melhor, o padrão continuou se repetindo. Ao percebê-lo, primatologistas do Departamento de Psicologia da Universidade de Lethbridge, no Canadá, começaram uma investigação.

Os pesquisadores decidiram passar um período observando um grupo de macacos-japoneses no Parque Nacional Minoo, em Osaka. Nas conclusões da pesquisa publicada na revista Archives of Sexual Behavior no dia 11 deste mês, os cientistas explicam que as fêmeas da espécie costumam buscar sexo em outras fêmeas e machos durante a adolescência. “Montar neles é uma das formas por meio das quais elas demonstram desejo”.

Nas observações, os cientistas presenciaram 67 interações do tipo entre fêmeas da espécie e 258 tentativas entre elas e os cervos, somente 25 delas foram bem sucedidas, com duração de cerca de 10 minutos cada.

Segundo os autores da pesquisa, os cervos não pareceram se importar. Em alguns casos, eles nem interromperam suas atividades enquanto as macacas faziam suas tentativas.

Os cientistas possuem duas hipóteses. A primeira é de que as macacas usam os cervos como treino antes de acasalar com seus pares, que são bem mais agressivos.

Já a segunda hipótese é que elas veem os cervos como forma de “aliviar a tensão sexual” quando não conseguem o que procuram entre os animais da própria espécie.

Esse estudo recente reitera uma observação da pesquisa anterior, em que diz existir poucos exemplos conhecidos no mundo de sexo entre espécies selvagens diferentes, enquanto relações entre espécies distantes, como macacos e veados, são ainda mais raras.

Veja abaixo vídeo que mostra interação de macacos com cervos:

Comentários