Mais Esportes

Futebol: Japão perde em casa por 2 a 4 para o Uruguai

Uma cobrança de falta perfeita de Honda, no ângulo, serviu para evitar o vexame de uma goleada maior.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

Japão perde em casa para o Uruguai (Imagem: LIVE/ Reprodução)

A cobrança de falta perfeita de Honda, no ângulo, serviu para evitar o vexame de uma goleada maior (Imagem: LIVE/ Reprodução)

Em uma partida amistosa, realizada nesta quarta-feira (14), no Miyagi Stadium, na província de Miyagi, a Seleção do Japão, que praticamente jogou com força máxima, perdeu para a Seleção do Uruguai por um “placar elástico” de 4 a 2, e só não sofreu uma goleada maior devido à boa atuação do sistema ofensivo e as defesas milagrosas de Kawashima.

Alberto Zaccheroni fez uma convocação que agradou boa parte de imprensa e público, tanto por aproveitar alguns dos destaques da Copa do Leste Asiático, como Kakitani, Toyoda e Yamaguchi, quanto por deixar de fora nomes que já não vinham convencendo no ataque há muito tempo, com exceção de Nagatomo, que tinha treinado em separado e não estava em condições de jogo.

O Japão entrou em campo com todos os titulares, enquanto o Uruguai teve apenas um desfalque, o atacante Cavani.

A equipe de Zaccheroni começou o jogo fechado e assistindo o adversário trocar passes. Depois os “Samurais Azuis” adiantaram suas linhas e passaram a ter a posse de bola, mas não conseguiam furar a defesa adversária.

Os contragolpes uruguaios foram a principal arma para explorar a adiantada retaguarda japonesa. O primeiro gol uruguaio saiu depois que Suárez ganhou na velocidade e entrou livre na área até tocar para trás e servir Forlán: 0×1. Dois minutos depois, o Uruguai ampliou, de novo com Forlán, em cobrança de falta. A bola foi no canto de Kawashima, mas o goleiro tinha saído antes para o lado errado e foi pego no contrapé: 0×2.

Mesmo com mais posse de bola, o Japão pouco ameaçava. Até chegou perto numa tabela entre Okazaki e Kakitani, mas Muslera saiu bem e abafou o chute do atacante do Cerezo Osaka.

A defesa japonesa mostrou todo tipo de fraqueza ao lidar com contra-ataques. Uchida desatento na linha de impedimento, Yoshida sempre perdendo na corrida e Sakai com inexplicáveis recuos errados. E foi com um erro de Yoshida que os sul-americanos fizeram o terceiro logo no início do segundo tempo: Maxi Pereira cruzou pela direita, o zagueiro cortou, mas a bola ficou com Suárez, que desmarcado dentro da área, teve todo o espaço para uma finalização tranquila, rasteira e no canto: 0x3.

Os japoneses responderam imediatamente e diminuíram numa troca de passes de Endo para Honda, com conclusão de Kagawa e participação decisiva de Okazaki sem a bola, tirando um marcador e o goleiro da jogada. O que parecia ser o início de uma reação, no entanto, sofreu um baque após a investida seguinte do Uruguai: com o passe genial de Lodeiro para Suárez na linha de fundo, um toque por cima do goleiro e a conclusão do desmarcado González na segunda trave mostraram a facilidade com que o Uruguai envolvia a defesa japonesa quando atacava: 1×4.

A cobrança de falta perfeita de Honda, no ângulo, serviu para evitar o vexame de uma goleada maior sofrida em casa: 2×4.

Ofensivamente foi uma boa partida de Okazaki, Honda, Kagawa e Endo, mas Kakitani e Toyoda ficaram devendo, assim como os laterais. Já a defesa continua um problema que Zaccheroni não consegue resolver.

 

Ficha técnica:

JAPÃO 2 x 4 URUGUAI

Gols:
JAPÃO
Kagawa, aos 54min e Honda, aos 72min

URUGUAI
Forlán, aos 27min e aos 29 min, Suárez, aos 52min e Álvaro González, aos 58min

LOCAL: Miyagi Stadium, em Miyagi, Japão

PÚBLICO: 45.883

 

Para saber mais sobre Esportes, clique em mundo-nipo.com/esportes. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •