Um dos maiores vulcões do Japão entra em erupção

As atividades vulcânicas têm estado intensas no Monte Aso, vulcão ativo mais extenso do Japão e um dos maiores do mundo.
Erupcao no Monte Aso Foto Reproducao NHK
Foto: Reprodução/NHK

O Monte Aso, vulcão ativo mais extenso do Japão, entrou em erupção nesta terça-feira, o que obrigou a Agência Meteorológica do Japão (JMA) a elevar o nível de alerta nas proximidades do vulcão, que é situado em uma região pouco habitada no sudoeste do Japão, na ilha de Kyushu.

O vulcão entrou em erupção às 18h28 locais de terça-feira (06h28 no horário de Brasília). De acordo com a JMA, fumaça misturada com cinza vulcânica subiu cerca de 200 metros da cratera da montanha, que já estava dando sinais de erupção eminente desde domingo, quando a agência elevou o alerta para nível 2, em uma escala que vai até 5, e recomendou atenção em um raio de 1 km no entorno do monte.

O alerta está focado na cratera Nakadate, onde é preciso tomar cuidado com o material vulcânico, tais como gases nocivos, rolamentos de pedras e fluxos piroclásticos.

O professor Takahiro Ohkura, da Universidade de Kyoto, está pedindo um monitoramento cuidadoso do Monte Aso, de acordo com a emissora estatal ‘NHK’.

Ele observou que a montanha tem estado bastante ativa ultimamente, apresentando tremores vulcânicos e um aumento nas emissões de gases.

Ohkura avaliou que a erupção desta terça-feira foi muito pequena em relação a expansão do magma subterrâneo no monte, o que pode levar a uma erupção maior, destacou a ‘NHK’.

De acordo com Kyodo News, a erupção obrigou as companhias aéreas a suspender voos domésticos nas proximidades do monte que é situado em uma área pouco habitada, com menos de 50 pessoas, entre residentes e funcionários de um posto de observação. Contudo, a área recebe turistas, justamente por causa do famoso vulcão.

A última vez que o Monte Aso entrou em erupção “explosiva” foi em outubro de 2016, provocando a retirada de dezenas de pessoas.

Veja também
» Estudo simula consequências da temida erupção do Monte Fuji
» Mais de 20 vulcões no Japão apresentam risco de erupção, diz agência
» Vulcão entra em erupção em ilha no sudoeste do Japão

Situado a cerca de 1.000 km a sudoeste de Tóquio, o Monte Aso conta com cinco picos, uma altura máxima de 1.592 metros e uma caldeira que o transforma no vulcão ativo mais extenso do Japão e em um dos maiores do mundo.

O Japão é o lar de mais de 100 vulcões ativos. Isso porque o arquipélago é localizado no chamado Círculo de Fogo do Pacífico (ou Anel de Fogo), uma área formada no fundo do oceano por uma grande série de arcos vulcânicos e fossas oceânicas, coincidindo com as extremidades de uma das maiores placas tectônicas do planeta.

MN – Mundo-Nipo.com
Fontes: Kyodo News | NHK News.

Total
388
Shares
Previous Article
Preços no Japão | Foto: Reprodução/Kyodo

OCDE diz que taxa de consumo no Japão deveria mais que duplicar

Next Article
Shinjuku Gyoen Garden abril 2019 Reproducao

Parque em Tóquio promove evento noturno para apreciação das cerejeiras

Related Posts