Notícias

Número de turistas em Tóquio salta 34% e atinge nível histórico em 2015

Turistas chineses no distrito de Ginza, em Tóquio (Foto: Tomohiro Ohsumi)

O turismo em Tóquio arrecadou o montante recorde de 1 trilhão de ienes, cerca de 32,936 bilhões de reais, em 2015.

O número de pessoas estrangeiras que visitaram a capital do Japão em 2015 saltou 34% em relação ao ano anterior e ultrapassou a marca dos 11 milhões pela primeira vez desde que os dados se tornaram disponíveis, informou o Governo Metropolitano de Tóquio, ressaltando que a alta reflete, principalmente, a fraqueza do iene no ano passado.

Divulgado no final de maio, o relatório do governo da capital japonesa mostra que 11,8 milhões de estrangeiros visitaram Tóquio no ano passado, o maior número já registrado na desde que o órgão começou a compilar os dados, na década de 1960. Entre os principais motivos da visita estão laser e negócios, primeiro e segundo lugar, respectivamente.

O relatório cita ainda que o turismo em Tóquio arrecadou o montante recorde de 1 trilhão de ienes, aproximadamente 32,936 bilhões de reais, no ano passado.

O crescimento no setor também é devido a uma maior facilidade na concessão de vistos para turistas de algumas nações asiáticas. Influenciou ainda a ampliação no número de voos internacionais no aeroporto de Haneda, em Tóquio, bem como melhorias nas áreas turísticas, incluindo ampliação de pontos com acesso Wi-Fi gratuito – um desses pontos inclui o Monte Fuji.

Tanto o governo central como o Metropolitano vem elaborando medidas para ampliar o turismo na capital japonesa. A projeção é aumentar o número de visitantes estrangeiros para 15 milhões em 2020, ano em que Tóquio sediará os Jogos Olímpicos.

Enquanto isso, o número de turistas estrangeiros que visitaram o Brasil em 2015 caiu 1,9% na comparação com 2014. Segundo Anuário Estatístico divulgado em abril pelo Ministério do Turismo, 6,305 milhões de estrangeiros desembarcaram no país no ano passado.

A queda reflete o temor pela violência e a disseminação do Zika vírus, o que piora a avaliação internacional quanto a segurança no Brasil, onde a cidade do Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos de 2016.

Fontes: Agência Kyodo | Jornal Estadão.

Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Comentários

Deixe de comentário


*