Mais Esportes

Japão segue sem medalhas no Mundial de luta olímpica

Shogo Maeda, uma das maiores esperanças de medalha para o Japão, teve de se retirar após contusão no segundo dia do Mundial.

Do Mundo-Nipo

O Japão ainda não conquistou uma única medalha no Mundial de luta olímpica em Budapeste, o primeiro com as novas regras que seguem como parte das reformas que ajudaram o esporte a recuperar seu lugar nos Jogos Olímpicos de 2020 e 2024.

 

Yasuhiro Inaba (Foto: Kyodo)

Yasuhiro Inaba perdeu para o campeão asiático, Amit Kumar, da Índia, logo em sua primeira luta na categoria 55 kg do estilo livre masculino (Foto: Kyodo)

 

No dia de abertura, Yasuhiro Inaba, medalhista de bronze no último mundial, e outros dois japoneses em ação na segunda-feira (16), ficaram de mãos vazias. No segundo dia de competição foi a vez de Shogo Maeda, uma das maiores esperanças de medalha para o Japão, que também saiu de mãos abanando após ter sofrido uma lesão que o fez se retirar na terceira rodada da categoria 60 kg do estilo livre masculino.

Maeda havia conquistado uma vitória técnica sobre Luis Portillo Mejia, de El Salvador, no segundo round, mas foi forçado a abandonar a próxima luta, contra o Búlgaro Vladimir Dubov, devido a lesão sofrida na perna esquerda.

Já Inaba, perdeu logo em primeira luta na categoria 55 kg do estilo livre masculino para o campeão asiático, Amit Kumar, da Índia, por queda técnica. Na rodada de repescagem, sua tentativa de conseguir uma medalha de bronze e ao menos igualar o resultado que obteve em 2010, terminou quando ele machucou o ombro após executar um movimento contra o francês Zoheir El Ourrage e, em consequência, perdeu por queda.

“Estou desapontado por não ter correspondido às expectativas”, disse um Inaba abatido.

Também no primeiro dia, na categoria 96 kg, Takeshi Yamaguchi ficou aquém de uma medalha, mas apresentou o melhor desempenho de um japonês nesta categoria, terminando em oitavo lugar. No mesmo dia, o estreante Takahiro Inoue até venceu por duas vezes, mas também perdeu duas na categoria 66 kg, deixando escapar uma medalha em seu primeiro mundial.

Agora as esperanças de medalhas estão voltadas para equipe feminina, que faz sua estreia nesta quarta-feira.

As informações são do jornal The Yomiuri Shimbun e da agência Kyodo.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

Deixe um comentário