Mais Esportes

Japão garante medalha de ouro no 1º dia do Mundial de Judô do Rio

O jovem japonês Naohisa Takato conquistou a medalha de ouro após vencer, por ippon, o mongol Amartuvshin Dashdavaa na final da categoria até 60kg.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Do Mundo-Nipo

O primeiro dia de competições do Campeonato Mundial de Judô do Rio de Janeiro não poderia ser melhor. Bom público no Maracanãzinho e lutas emocionantes. O Japão, juntamente com a surpreendente Mongólia, dominaram as finais do primeiro dia. Tanto a decisão do ouro da categoria até 48kg feminina quanto da categoria de até 60kg masculina tiveram confronto entre japoneses e mongóis, com uma vitória para cada lado.

 

Naohisa Takato conquista ouro no Mundial de Judô do Rio (Foto: World Judo Rio 2013/Divulgação)

O jovem Naohisa Takato conquistou o ouro após vencer, por ippon, o mongol Amartuvshin Dashdavaa na final da categoria até 60kg (Foto: World Judo Rio 2013/Divulgação)

 

Entre as mulheres, a japonesa Haruna Asami, então bicampeã mundial, foi derrotada por Urantsetseg Munkhbat na final da categoria até 48kg. A mongol já havia surpreendido na semifinal, quando derrotou a campeã olímpica Sarah Menezes. Asami, que foi derrotada após sofrer uma chave de braço, só havia perdido cinco lutas em Circuito Mundial.

A brasileira Sarah Menezes e a belga Charline Van Snick ficaram com as medalhas de bronze – ambas as judocas são as duas primeiras colocadas do ranking mundial.

Já a final da categoria até 60kg não teve surpresa. O fenômeno japonês, Naohisa Takato, venceu o mongol Amartuvshin Dashdavaa por ippon.

Takato tem apenas 19 anos de idade e já é vice-líder do ranking mundial. Ele ganhou tudo que disputou no último ano, incluindo o Masters e o Grand Slam de Paris, além da Copa do Mundo de Baku.

Dentre os medalhistas olímpicos de Londres na categoria, o único a disputar o Mundial foi o brasileiro Felipe Kitadai, mas foi eliminado logo na primeira luta. Seu algoz, o sul-coreano Won Jin Kim, terminou com medalha de bronze.

Mas a maior surpresa do dia foi Orkhan Safarov, que é apenas o número 74 do mundo. O atleta do Azerbaijão venceu o líder do ranking mundial Amiran Apinashvili, da Geórgia, para ficar com a medalha de bronze.

A Rússia e a França, consideradas países potências do judô, atrás somente do Japão, começaram mal o Mundial, sem conseguir chegar a nenhuma semifinal ou repescagem.

Na terça-feira, entram no tatame os atletas da categoria meio-leve (52kg e 66kg). Os representantes do Japão no masculino serão Tomofumi Takajo, 8º no ranking, e Masaaki Fukuoka, 19º do mundo. No feminino, o Japão contará com Yuki Hashimoto, 2ª do ranking.

Os atletas que representarão o Brasil serão Luiz Revite, Charles Chibana, Eleudis Valentin e Erika Miranda.

As informações são da agência Estado, da agência Kyodo e do site oficial do Campeonato Mundial de Judô do Rio de Janeiro.

 

Para saber mais sobre Mercado Financeiro, clique em mundo-nipo.com/mercados/noticias eCotações. Siga também o Mundo-Nipo no Twitter e Facebook.

 


Mundo-Nipo. Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita do Mundo-Nipo.com. Para maiores esclarecimentos, leia a Restrição de uso.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta